Tag Archives: Festival do Rio

Festival do Rio 2012: uma possível lista?

A lista de filmes do Festival do Rio pode ter vazado. No próprio site do evento, dezenas de páginas ainda incompletas, contendo informações técnicas e fotos e posters de filmes e diretores apareceram nesse endereço. Os endereços caem até no Google. Muitos dos filmes que aparecem na lista abaixo, que relaciona todos os títulos que surgiram no site, já foram confirmados pela organização do festival, como Moonrise Kingdom, de Wes Anderson, os dois filmes de Spike Lee, e até Pietà, de Kim ki-duk, vencedor no sábado do Leão de Ouro em Veneza. Se o restante da relação for confirmada, vários dos longas mais aguardados do ano passarão no Rio, incluindo os novos trabalhos de Manoel de Oliveira, Miguel Gomes, Ben Affleck, Paolo e Vittorio Taviani, Sion Sono, Kiyoshi Kurosawa, Mike Leigh, Pablo Trapero e Ben Wheatley, entre outros. Aguardemos a confirmação.

Visual Acoustics
Visual Acoustics
Eric Bricker
Estados Unidos – 2009

Fantasia Lusitana
Fantasia Lusitana
João Canijo
Portugal – 2010

Stopped on Track
Halt Auf Freier Strecke
Andreas Dresen
Alemanha – 2011

There Be Dragons
Encontrarás Dragões
Roland Joffé
Espanha / Estados Unidos – 2011

18 Comidas
18 Comidas
Jorge Coira
Espanha / Argentina – 2010

Oslo, 31. August
Oslo, 31. August
Joachim Trier
Noruega – 2011

Here Without Me
Inja Bedoone Man
Bahram Tavakoli
Irã – 2011

And Everything Is Going Fine
And Everything Is Going Fine
Steven Soderbegh
Estados Unidos – 2010

Abrir Puertas y Ventanas
Abrir Puertas e Ventanas
Milagros Mumenthaler
Argentina / Suíça – 2011

Cisne
Cisne
Teresa Villaverde
Portugal – 2011

Killer Joe
Killer Joe
William Friedkin
Estados Unidos – 2011

Gerhard Richter Painting
Gerhard Richter Painting
Corinna Belz
Alemanha – 2011

El Último Elvis
Armando Bo
Argentina – 2012

Shut Up and Play the Hits – O Ultimo Show do LCD Soundsystem
Shut Up and Play the Hits
Dylan Southern, Will Lovelace
Reino Unido / Estados Unidos – 2011

Chocó
Chocó
Jhonny Hendrix Hinestroza
Colômbia – 2012

Aujourd’hui
Tey
Alain Gomis
França / Senegal – 2011

Marley
Marley
Kevin Macdonald
Reino Unido / Estados Unidos – 2011

Reporting … A Revolution
Althawra … Khabar
Bassam Mortada
Egito – 2012

Diaz – Don’t Clean Up This Blood
Diaz – Don’t Clean Up This Blood
Daniele Vicari
Itália / Romênia / França – 2012

The Summit
The Summit
Franco Fracassi, Massimo Lauria
Itália – 2011

La Vierge, les Coptes et Moi
La Vierge, les Coptes et Moi
Namir Abdel Messeeh
França / Qatar / Egito – 2012

Ai Weiwei: Never Sorry
Ai Weiwei: Never Sorry
Alison Klayman
Estados Unidos – 2012

Words of Witness
Words of Witness
Mai Iskander
Estados Unidos / Egito – 2012

Nuclear Nation
Atsushi Funahashi
Japão – 2012

Kuma
Kuma
Umut Dag
Áustria – 2011

Planeta Solitário
The Loneliest Planet
Julia Loktev
Estados Unidos / Alemanha – 2011

Keep The Lights On
Keep The Lights On
Ira Sachs
Estados Unidos – 2012

UFO In Her Eyes
UFO In Her Eyes
Xiaolu Guo
Alemanha – 2011

Kid-Thing
Kid-Thing
David Zellner, Nathan Zellner
Estados Unidos – 2012

Bachelorette
Bachelorette
Leslye Headland
Estados Unidos – 2011

Bestiaire
Bestiaire
Denis Côté
Canadá / França – 2012

L’âge Atomique
L’âge Atomique
Héléna Klotz
França – 2011

Tabu
Tabu
Miguel Gomes
Portugal / Alemanha / Brasil / França – 2012

Le Sommeil D’or
Le Sommeil D’or
Davy Chou
França / Camboja – 2011

Anton Corbijn Inside Out
Anton Corbijn Inside Out
Klaartje Quirijns
Holanda / Reino Unido – 2012

Escuela Normal
Escuela Normal
Celina Murga
Argentina – 2012

Call Me Kuchu
Call Me Kuchu
Malika Zouhali-Worrall, Katherine Fairfax Wright
Estados Unidos – 2012

My Brother The Devil
My Brother The Devil
Sally El Hosaini
Reino Unido – 2011

Fucking Different XXX
Fucking Different XXX
Maria Beatty, Jürgen Brüning, Émilie Jouvet, Manuela Kay, Bruce La Bruce, Kristian Petersen, Courtney Trouble, Todd Verow
Alemanha – 2011

Mosquita y Mari
Mosquita y Mari
Aurora Guerrero
Estados Unidos – 2011

Turning
Turning
Charles Atlas
Dinamarca / Estados Unidos – 2012

Parada
Parada
Srdjan Dragojevic
Sérvia / Croácia / Macedônia, antiga Iugoslávia / Eslovênia – 2011

Una Noche
Una Noche
Lucy Mulloy
Estados Unidos / Cuba / Reino Unido – 2012

Joven y Alocada
Joven y Alocada
Marialy Rivas
Chile – 2011

Caesar Must Die
Caesar Must Die
Paolo & Vittorio Taviani
Itália – 2011

Marina Abramovic The Artist is Present
Marina Abramovic The Artist is Present
Matthew Akers
Estados Unidos – 2011

The Sessions
The Sessions
Ben Lewin
Estados Unidos – 2012

Room 237
Room 237
Rodney Ascher
Estados Unidos – 2012

Beasts of the Southern Wild
Beasts of the Southern Wild
Benh Zeitlin
Estados Unidos – 2011

Searching for Sugar Man
Searching for Sugar Man
Malik Bendjelloul
Suécia / Reino Unido – 2011

Simon Killer
Simon Killer
Antonio Campos
Estados Unidos – 2012

An Oversimplification of Her Beauty
An Oversimplification of Her Beauty
Terence Nance
Estados Unidos – 2011

Chasing Ice
Chasing Ice
Jeff Orlowski
Estados Unidos – 2012

The Queen of Versailles
The Queen of Versailles
Lauren Greenfield
Estados Unidos – 2012

Robot and Frank
Robot and Frank
Jake Schreier
Estados Unidos – 2012

Detropia
Detropia
Heidi Ewing, Rachel Grady
Estados Unidos – 2011

Bones Brigade: An Autobiography
Bones Brigade: An Autobiography
Stacy Peralta
Estados Unidos – 2012

Everybody in Our Family
Toata Lumea Din Familia Noastra
Radu Jude
Romênia / Holanda – 2012

Big Boys Gone Bananas!
Big Boys Gone Bananas!
Fredrik Gertten
Suécia – 2011

Electrick Children
Electrick Children
Rebecca Thomas
Estados Unidos – 2012

Highway Gospel
Highway Gospel
Jaret Belliveau, Craig Jackson
Canadá – 2011

The Bella Vista
El Bella Vista
Alicia Cano
Uruguai / Alemanha – 2012

Le Tableau
Le Tableau
Jean-François Laguionie
França / Bélgica / Suíça – 2011

Pablo
Pablo
Richard Goldgewicht
Estados Unidos – 2012

Pushwagner
Pushwagner
Even Benestad
Noruega – 2011

Room 514
Heder 514
Sharon Bar-Ziv
Israel – 2012

Off White Lies
Orchim Lerega
Maya Kenig
Israel / França – 2011

Elena
Elena
Andrey Zvyagintsev
Rússia – 2011

Free Men
Les Hommes Libres
Ismaël Ferroukhi
França – 2011

La Desintegration
La Desintegration
Philippe Faucon
França/Arabe – 2011

Land Of Oblivion
La Terre Outragée
Michale Boganim
França / Alemanha / Polônia / Ucrânia – 2011

Baikonur
Baikonur
Veit Helmer
Alemanha / Rússia / Casaquistão – 2011

Out in the Dark
Alata
Michael Mayer
Israel / Estados Unidos – 2012

We’re Not Broke
We’re Not Broke
Karin Hayes, Victoria Bruce
Estados Unidos – 2012

Celeste and Jesse Forever
Celeste and Jesse Forever
Lee Toland Krieger
Estados Unidos – 2011

Lay the Favorite
Lay the Favorite
Stephen Frears
Estados Unidos – 2012

Red Hook Summer
Red Hook Summer
Spike Lee
Estados Unidos – 2011

Your Sister’s Sister
Your Sister’s Sister
Lynn Shelton
Estados Unidos – 2011

A Fierce Green Fire
A Fierce Green Fire
Mark Kitchell
Estados Unidos – 2011

Smashed
Smashed
James Ponsoldt
Estados Unidos – 2012

Palabras Mágicas (Para Romper Un Encantamiento)
Palabras Mágicas (Para Romper Un Encantamiento)
Mercedes Moncada
México / Guatemala / Nicarágua – 2012

About Face: The Supermodels, Then and Now
About Face: The Supermodels, Then and Now
Timothy Greenfield-Sanders
Estados Unidos – 2011

Sightseers
Sightseers
Ben Wheatley
Reino Unido – 2012

The Island President
The Island President
Jon Shenk
Estados Unidos – 2012

A Liar’s Autobiography – The Untrue Story of Monty Python’s Graham Chapman
A Liar’s Autobiography – The Untrue Story of Monty Python’s Graham Chapman
Jeff Simpson, Bill Jones, Ben Timlett
Reino Unido – 2011

De Jueves a Domingo
De Jueves a Domingo
Dominga Sotomayor Castillo
Chile / Holanda – 2012

Egg and Stone
Jidan he shitou
Ji Huang
China – 2012

Pescador
Pescador
Sebastián Cordero
Colômbia / Equador – 2011

Bye Bye Blondie
Virginie Despentes
França – 2011

The Reluctant Revolutionary
The Reluctant Revolutionary
Sean McAllister
Reino Unido / Irlanda – 2011

Hysteria
Hysteria
Tanya Wexler
Reino Unido – 2011

Wikileaks: Secrets & Lies
Wikileaks: Secrets & Lies
Patrick Forbes
Reino Unido – 2011

Les Saveurs du Palais
Les Saveurs du Palais
Christian Vincent
França – 2012

The British Guide to Showing Off
The British Guide to Showing Off
Jes Benstock
Reino Unido – 2011

Trishna
Trishna
Michael Winterbottom
Reino Unido – 2011

Another Year
Another Year
Mike Leigh
Reino Unido – 2010

Mapa Para Conversar
Mapa Para Conversar
Constanza Fernández
Chile – 2011

Lovely Man
Teddy Soeriaatmadja
Indonésia – 2011

United in Anger: a History of ACT-UP
United in Anger: a History of ACT-UP
Jim Hubbard
Estados Unidos – 2012

Jobriath A.D.
Jobriath A.D.
Kieran Turner
Estados Unidos – 2012

Rust and Bones
De Rouille et D’os
Jacques Audiard
França – 2012

How to Survive a Plague
How to Survive a Plague
David France
Estados Unidos – 2012

The Invisible War
The Invisible War
Kirby Dick
Estados Unidos – 2011

Roman Polanski: A Film Memoir
Laurent Bouzereau
Reino Unido / Itália / Alemanha – 2011

Woody Allen: A Documentary
Woody Allen: A Documentary
Robert B. Weide
Estados Unidos – 2011

Lola Versus
Lola Versus
Daryl Wein
Estados Unidos – 2012

While We Were Here
While We Were Here
Kat Coiro
Estados Unidos – 2012

We Are Legion: The Story of the Hacktivists
We Are Legion: The Story of the Hacktivists
Brian Knappenberger
Estados Unidos – 2012

The Possession
The Possession
Ole Bornedal
Estados Unidos – 2012

Selvagens
Savages
Oliver Stone
Estados Unidos – 2012

The World Before Her
The World Before Her
Nisha Pahuja
Reino Unido / Canadá – 2012

Los Chidos
Los Chidos
Omar Rodriguez Lopez
Estados Unidos / México / Alemanha – 2012

A Rebelião
L’Ordre et La Morale
Mathieu Kassovitz
França – 2011

The We and the I
Michel Gondry
Reino Unido / Estados Unidos – 2012

Under African Skies
Under African Skies
Joe Berlinger
Estados Unidos – 2012

7 Days in Havana
7 Días en La Habana
Laurent Cantet, Benicio Del Toro, Julio Medem, Gaspar Noé, Elia Suleiman, Juan Carlos Tabío, Pablo Trapero
França / Espanha – 2012

Infancia Clandestina
Infancia Clandestina
Benjamín Ávila
Argentina / Espanha / Brasil – 2011

Fecha de Caducidad
Fecha de Caducidad
Kenya Márquez
México – 2011

Splinters
Splinters
Adam Pesce
Estados Unidos – 2011

Lost and Found
Lost and Found
Doug Walker
Estados Unidos – 2011

Lost in Africa
Kidnappet
Vibeke Muasya
Dinamarca – 2010

Man on Ground
Akin Omotoso
África do Sul – 2011

Minds in the Water
Minds in the Water
Justin Krumb
Estados Unidos / Austrália / Chile / Equador / Japão – 2011

My Neighbourhood
Julia Bacha, Rebekah Wingert-Jabi
Estados Unidos / Israel – 2012

Manufacturing Stoke
Manufacturing Stoke
Pierce Michael Kavanagh
Estados Unidos – 2011

Joshua Tree, 1951 – A Portrait of James Dean
Matthew Mishory
Estados Unidos / França – 2012

The Secret Letter
Briefgeheim
Simone van Dusseldorp
Holanda – 2010

A Respectable Family
Une Famille Respectable
Massoud Bakhshi
Irã / França – 2012

Polluting Paradise
Müll im Garten Eden
Fatih Akin
Alemanha – 2012

Mekong Hotel
Apichatpong Weerasethakul
Tailândia / Reino Unido – 2012

God’s Neighbours
Meni Yaesh
Israel / França – 2012

Starlet
Sean Baker
Estados Unidos – 2012

Quelques Heures de Printemps
Stéphane Brizé
França – 2012

Steve Jobs: The Lost Interview
Steve Jobs: The Lost Interview
Robert X. Cringely
Estados Unidos – 2011

Beyond The Walls
Hors Le Murs
David Lambert
Bélgica / França / Canadá – 2012

Gangs of Wasseypur
Anurag Kashyap
Índia – 2012

Journal de France
Journal de France
Raymond Depardon, Claudine Nougaret
França – 2012

The Angel’s Share
Ken Loach
Reino Unido / França / Bélgica / Itália – 2012

Holy Motors
Leos Carax
França – 2012

Maniac
Maniac
Franck Khalfoun
Estados Unidos – 2012

Elefante Blanco
Elefante Blanco
Pablo Trapero
Argentina / Espanha / França – 2012

Broken
Rufus Norris
Reino Unido – 2012

Winter’s Daughter
Wintertochter
Johannes Schmid
Alemanha / Polônia – 2011

First Position
First Position
Bess Kargman
Estados Unidos – 2011

In the House
François Ozon
França – 2012

Sons of the Clouds: The Last Colony
Hijos de las Nubes, la Última Colonia
Alvaro Longoria
Espanha – 2012

The Taste of Money
Do-Nui Mat
Sang-Soo Im
Coréia do Sul – 2012

Moonrise Kingdom
Moonrise Kingdom
Wes Anderson
Estados Unidos – 2012

Paradise: Love
Paradies: Liebe
Ulrich Seidl
Áustria / Alemanha / França – 2012

Post Tenebras Lux
Carlos Reygadas
México / França / Alemanha / Holanda – 2012

You Ain’t Seen Nothin’ Yet!
Vous N’avez Encore Rien Vu
Alain Resnais
França / Alemanha – 2012

3
3
Pablo Stoll Ward
Uruguai / Alemanha / Argentina / Chile – 2012

Camille Rewinds
Camille Redouble
Noémie Lvovsky
França – 2012

The King of Pigs
Dae Gi Eui Wang
Sang-ho Yeun
Coréia do Sul – 2012

Le Repenti
El Taaib
Merzak Allouache
Argelia / França – 2012

La Playa D.C.
La Playa D.C.
Juan Andrés Arango
Colômbia / Brasil / França – 2012

Hemingway & Gellhorn
Philip Kaufman
Estados Unidos – 2012

Les Invisibles
Les Invisibles
Sébastien Lifshitz
França – 2012

Trashed
Trashed
Candida Brady
Reino Unido – 2011

Jack and Diane
Jack and Diane
Bradley Rust Gray
Estados Unidos – 2011

Intentio
Intentio
Loic Wirth
Brasil – 2011

Dreams of a Life
Dreams of a Life
Carol Morley
Reino Unido – 2011

Beauty
Nosilatiaj La Belleza
Daniela Seggiaro
Argentina – 2012

Bullet Collector
Sobratel Pul
Alexander Vartanov
Rússia – 2011

Downtown 81
Jean Michel Basquiat – Downtown 81
Edo Bertoglio
Estados Unidos – 2000

Noor
Jhoole Lal
Çagla Zenzirci, Guillaume Giovanetti
França / Paquistão – 2012

Bill Cunningham New York
Bill Cunningham New York
Richard Press
Estados Unidos – 2010

Great Expectations
Great Expectations
Mike Newell
Reino Unido / Estados Unidos – 2012

Moving Up
Kami Balatar
Loghman Khaledi
Irã – 2011

Imagine
Imagine
Andrzej Jakimowski
Polônia / França / Portugal – 2012

Paul Williams Still Alive
Stephen Kessller
Estados Unidos / Filipinas – 2011

Musica Campesina – Alejandro Tazo Loves America
Musica Campesina
Alberto Fuguet
Chile / Estados Unidos – 2011

London – The Modern Babylon
London – The Modern Babylon
Julien Temple
Reino Unido – 2012

Nessa
Nessa
Loghman Khaledi
Irã – 2011

A Running Jump
A Running Jump
Mike Leigh
Reino Unido – 2012

Wild Style
Wild Style
Charlie Ahearn
Estados Unidos – 1983

Comic-Con Episode IV: A Fan’s Hope
Morgan Spurlock
Estados Unidos – 2011

Approved for Adoption
Couleur de Peau: Miel
Jung Henin, Laurent Boileau
França / Bélgica -

Method to the Madness of Jerry Lewis
Method to the Madness of Jerry Lewis
Gregg Barson
Estados Unidos – 2011

Final Cut
Final Cut – Hölgyeim És Uraim
György Pálfi
Hungria – 2012

Magic Mike
Magic Mike
Steven Soderbergh
Estados Unidos -

Twixt
Twixt
Francis Ford Coppola
Estados Unidos – 2011

Ruby Sparks
Jonathan Dayton, Valerie Faris
Estados Unidos – 2012

The Apparition
Todd Lincoln
Estados Unidos – 2011

The Odyssey
The Odyssey
Asif Kapadia
Reino Unido – 2012

O Segredo da Cabana
Cabin in the Woods
Drew Goddard
Estados Unidos – 2012

The Swimmer
The Swimmer
Lynne Ramsay
Reino Unido – 2012

What If
What If
Max Giwa, Dania Pasquini
Reino Unido – 2012

Argo
Argo
Ben Affleck
Estados Unidos – 2012

Something from Nothing: The Art of Rap
Something from Nothing: The Art of Rap
Ice-T, Andy Baybutt
Reino Unido / Estados Unidos – 2012

Cloudburst
Cloudburst
Thom Fitzgerald
Canadá / Estados Unidos – 2011

Ill Manors
Ben Drew
Reino Unido – 2012

The Liverpool Goalie
Keeper’n til Liverpool
Arild Andresen
Noruega – 2010

Lost Paradise
Paradis Perdu
Eve Deboise
França / Bélgica – 2012

Alvorada Vermelha
Alvorada Vermelha
João Pedro Rodrigues, João Rui Guerra da Mata
Portugal – 2011

China, China
China, China
João Pedro Rodrigues, João Rui Guerra da Mata
Portugal – 2007

O Que Arde Cura
O Que Arde Cura
João Rui Guerra da Mata
Portugal – 2012

Parabéns!
Parabéns!
João Pedro Rodrigues
Portugal – 1997

Manhã de Santo António
Manhã de Santo António
João Pedro Rodrigues
Portugal / França – 2012

The Pleasure Garden
The Pleasure Garden
Alfred Hitchcock
Reino Unido / Alemanha – 1925

Facing Mirrors
Negar Azarbayjani
Irã / Alemanha – 2011

Death of a Superhero
Death of a Superhero
Ian FitzGibbon
Alemanha / Irlanda – 2011

Rien que les Heures
Rien que les Heures
Alberto Cavalcanti
França – 1926

La P’tite Lilie
La P’tite Lilie
Alberto Cavalcanti
França – 1927

Pett and Pott
Pett and Pott
Alberto Cavalcanti
Reino Unido – 1934

Coal Face
Coal Face
Alberto Cavalcanti
Reino Unido – 1935

En Rade
En Rade
Alberto Cavalcanti
França – 1928

Au Pays du Scalp
Au Pays du Scalp
Marquis de Wavrin
França – 1931

Champagne Charlie
Champagne Charlie
Alberto Cavalcanti
Reino Unido – 1944

Dead of Night
Dead of Night
Alberto Cavalcanti, Robert Hamer, Charles Crichton e Basil Dearden
Reino Unido – 1945

The Life and Adventures of Nicholas Nickleby
The Life and Adventures of Nicholas Nickleby
Alberto Cavalcanti
Reino Unido – 1946

They Made Me a Fugitive
They Made Me a Fugitive
Alberto Cavalcanti
Reino Unido – 1947

For Them that Trespass
For Them that Trespass
Alberto Cavalcanti
Reino Unido – 1948

O Canto do Mar
O Canto do Mar
Alberto Cavalcanti
Brasil – 1953

Went The Day Well ?
Went The Day Well ?
Alberto Cavalcanti
Reino Unido – 1942

Zenne Dancer
Caner Alper, Mehmet Binay
Turquia – 2012

The Company You Keep
The Company You Keep
Robert Redford
Estados Unidos – 2012

Gebo e a Sombra
Gebo et L’ombre
Manoel de Oliveira
Portugal / França – 2012

Stones in the Sun
P. Benoit
Haiti / Estados Unidos – 2012

Tout ce que Tu Possedes
Tout ce que Tu Possedes
Bernard Emond
Canadá – 2012

Footnote
Hearat Shulayim
Joseph Cedar
Israel – 2011

Neil Young Journeys
Neil Young Journeys
Jonathan Demme
Estados Unidos – 2011

West of Memphis
West of Memphis
Amy Berg
Nova Zelândia – 2012

Germania
Germania
Maximiliano Schonfeld
Argentina – 2012

O Clube do Vamos-Fazer-a-Professora-Abortar!
Sensei wo ryûzan saseru-kai
Eisuke Naitô
Japão – 2012

Um Pouco Zombie
A Little Bit Zombie
Casey Walker
Canadá / Anguilla – 2011

La Chica Del Sur
La Chica Del Sur
José Luis García
Argentina – 2012

O Livro do Apocalipse
Nryu Myeongmang Bogoseo
Jee-Woon Kim, Phil-Sung Yim
Coréia do Sul – 2012

Summer of Giacomo
L’estate di Giacomo
Alessandro Comodin
Itália / França / Bélgica – 2011

Pietá
Pieta
Kim Ki-Duk
Coréia do Sul – 2012

Cirandeiro
Cirandeiro
Claudio Boeckel
Brasil – 2012

A Casa Elétrica
A Casa Elétrica
Gustavo Fogaça
Brasil / Argentina – 2011

Pernamcubanos
Pernamcubanos
Nilton Pereira de Melo
Brasil / Cuba – 2012

O dia que durou 21 anos
O dia que durou 21 anos
Camilo Tavares
Brasil – 2012

Hélio Oiticica
Hélio Oiticica
Cesar Oiticica Filho
Brasil – 2012

A mulher de longe
A mulher de longe
Luiz Carlos Lacerda
Brasil – 2012

A Floresta de Jonathas
A Floresta de Jonathas
Sérgio Andrade
Brasil – 2012

Hysteria
Hysteria
Evaldo Mocarzel e Ava Rocha
Brasil – 2012

O Gorila
O Gorila
José Eduardo Belmonte
Brasil – 2012

Dores de Amores
Dores de Amores
Raphael Vieira
Brasil – 2012

Por Que Você Partiu?
Por Que Você Partiu?
Eric Belhassen
Brasil – 2012

MPB de Câmara, A Canção Brasileira
MPB de Câmara, A Canção Brasileira
Walter Lima Junior
Brasil – 2012

Super Nada
Super Nada
Rubens Rewald
Brasil – 2012

A Coleção Invisível
A coleção invisível
Bernard Attal
Brasil – 2012

Colegas
Colegas
Marcelo Galvão
Brasil / Argentina – 2012

Viola
Viola
Matias Piñeiro
Argentina – 2012

Fuga de Los Angeles
Escape from L.A.
John Carpenter
Estados Unidos – 1996

Eles Vivem
They Live
John Carpenter
Estados Unidos – 1988

Os Aventureiros do Bairro Proibido
Big Trouble in Little China
John Carpenter
Estados Unidos – 1986

Starman
Starman
John Carpenter
Estados Unidos – 1984

The Thing
The Thing
John Carpenter
Estados Unidos – 1982

Fuga de Nova York
Escape from New York
John Carpenter
Reino Unido / Estados Unidos – 1981

A Bruma Assassina
The Fog
John Carpenter
Estados Unidos – 1980

Halloween
Halloween
John Carpenter
Estados Unidos – 1978

Assalto à 13ª DP
Assault on Precinct 13
John Carpenter
Estados Unidos – 1976

Memórias de um Homem Invisível
Memoirs of an Invisible Man
John Carpenter
Estados Unidos / França – 1992

Fantasmas de Marte
Ghosts of Mars
John Carpenter
Estados Unidos – 2001

Todos Tenemos un Plan
Todos Tenemos un Plan
Ana Piterbarg
Argentina / Espanha – 2012

Morning of the Earth
Morning of the Earth
Albert Falzon
Austrália – 1971

Los Mejores Temas
Los Mejores Temas
Nicolas Pereda
México / Canadá / Holanda – 2012

A Última Vez que Vi Macau
A Última Vez que Vi Macau
Joao Pedro Rodrigues, João Rui Guerra da Mata
Portugal / França – 2012

Leviathan
Leviathan
Lucien Castaing-Taylor, Véréna Paravel
Reino Unido / Estados Unidos / França – 2012

Les Gouffres
Les Gouffres
Antoine Barraud
França – 2012

Uma História de Amor e Fúria
Uma História de Amor e Fúria
Luiz Bolognesi
Brasil – 2012

Disparos
Disparos
Juliana Reis
Brasil – 2012

Chamada a Cobrar
Chamada a Cobrar
Anna Muylaert
Brasil – 2012

Éden
Éden
Bruno Safadi
Brasil – 2012

Dino Cazzola – Uma Filmografia de Brasília
Dino Cazzola – Uma Filmografia de Brasília
Andrea Prates e Cleisson Vidal
Brasil – 2012

Estado de exceção
Estado de exceção
Juan Posada
Brasil – 2012

Partideiros
Partideiros
Luiz Guimarães de Castro
Brasil / Brasil – 2012

Dalua Downhill
Dalua Downhill
Rodrigo Pesavento, Fernanda Franke Krumel e Tiago de Castro
Brasil – 2012

Siba – Nos Balés da Tormenta
Siba – Nos Balés da Tormenta
Caio Jobim e Pablo Francischelli
Brasil – 2012

Rio anos 70
Rio anos 70
Patricia Faloppa e Mauricio Branco
Brasil – 2012

Jards
Jards
Eryk Rocha
Brasil – 2012

Primeiro dia de um ano qualquer
Primeiro dia de um ano qualquer
Domingos Oliveira
Brasil – 2012

Os Irmãos Roberto
Os Irmãos Roberto
Ivana Mendes e Tiago Arakilian
Brasil / Brasil – 2012

Peculiar Vacation and Other Illnesses
Vakansi Yang Janggal Dan Penyakit Lainnya
Yousep Anggi Noen
Indonésia – 2012

Chiri
Naomi Kawase
Japão / França – 2012

Catalunya Über Alles
Catalunya Über Alles
Ramon Térmens
Espanha – 2011

Morrer Como um Homem
Morrer Como um Homem
João Pedro Rodrigues
França / Portugal – 2009

O Fantasma
O Fantasma
João Pedro Rodrigues
Portugal – 2000

Odete
Odete
João Pedro Rodrigues
Portugal – 2005

Marie Kroyer
Marie Kroyer
Bille August
Dinamarca – 2012

Coração do Brasil
Coração do Brasil
Daniel Solá Santiago
Brasil – 2012

A Batalha do Passinho
A Batalha do Passinho
Emilio Domingos
Brasil / Brasil – 2012

Entre Vales
Entre Vales
Philippe Barcinski
Brasil / Uruguai / Alemanha – 2012

Raça
Raça
Joel Zito Araújo e Megan Mylan
Brasil / Estados Unidos – 2012

Eu não faço a menor ideia do que eu tô fazendo com a minha vida
Eu não faço a menor ideia do que eu tô fazendo com a minha vida
Matheus Souza
Brasil – 2012

Amazônia Eterna
Amazônia Eterna
Belisario Franca
Brasil – 2012

Ouvir o Rio: Uma escultura sonora de Cildo Meireles
Ouvir o Rio: Uma escultura sonora de Cildo Meireles
Marcela Lordy
Brasil – 2012

A Sorte em Suas Mãos
La Suerte En Tus Manos
Daniel Burman
Argentina / Brasil – 2012

Margaret Mee e a Flor da Lua
Margaret Mee e a Flor da Lua
Malu De Martino
Brasil / Grã-Bretanha (Reino Unido) / Noruega – 2012

O Som ao Redor
O Som ao Redor
Kleber Mendonça Filho
Brasil – 2012

Virando Bicho
Virando Bicho
Silvia Fraiha e Alexandre Carvalho
Brasil – 2012

Ritos de Passagem
Ritos de Passagem
Chico Liberato
Brasil – 2012

Dossiê Jango
Dossiê Jango
Paulo Henrique Fontenelle
Brasil – 2012

Satyrianas, 78 Horas em 78 Minutos
Satyrianas, 78 Horas em 78 Minutos
Daniel Gaggini, Fausto Noro e Otávio Pacheco
Brasil – 2012

Meu Pé de Laranja Lima
Meu Pé de Laranja Lima
Marcos Bernstein
Brasil – 2012

Jorge Mautner – O Filho do Holocausto
Jorge Mautner – O Filho do Holocausto
Pedro Bial / Heitor D’Alincourt
Brasil – 2012

Augustas
Augustas
Francisco Cesar Filho
Brasil – 2012

A Busca
A Busca
Luciano Moura
Brasil – 2012

Operacion E
Miguel Courtois Paternina
Espanha / França – 2012

Joe Papp in Five Acts
Joe Papp in Five Acts
Tracie Holder, Karen Thorsen
Estados Unidos – 2012

In the Land of Blood and Honey
In the Land of Blood and Honey
Angelina Jolie
Estados Unidos – 2011

A Moral Conjugal
A Moral Conjugal
Artur Serra Araujo
Portugal – 2012

A Caça
A Caça
Manoel de Oliveira
Portugal – 1964

O Pintor e a Cidade
O Pintor e a Cidade
Manoel de Oliveira
Portugal – 1956

Famalicão
Famalicão
Manoel de Oliveira
Portugal – 1941

Douro, Faina Fluvial
Douro, Faina Fluvial
Manoel de Oliveira
Portugal – 1931

O Pão
O Pão
Manoel de Oliveira
Portugal – 1959

Florbela
Florbela
Vicente Alves do Ó
Portugal – 2012

A Deeper Shade of Blue
A Deeper Shade of Blue
Jack McCoy
Austrália – 2011

Lore
Cate Shortland
Austrália / Reino Unido / Alemanha – 2012

Thermae Romae
Hideki Takeuchi
Japão – 2012

La Cinquième Saison
La Cinquième Saison
Peter Brosens, Jessica Hope Woodworth
Bélgica / Holanda / França -

Shokuzai
Kiyoshi Kurosawa
Japão – 2012

Michael Jackson Bad 25
Bad 25
Spike Lee
Estados Unidos – 2012

High Tech, Low Life
Stephen Maing
Estados Unidos – 2012

Thale
Thale
Aleksander Nordaas
Noruega – 2012

Cowboys do Mar
Gauchos del Mar
Julian Azulay, Joaquín Azulay
Peru / Argentina / Mexico / Costa Rica – 2012

Chapiteau-Show
Sergey Loban
Rússia – 2011

Me Too
Ja Tozhe Hochu
Alexei Balabanov
Rússia – 2012

Os Erros do Corpo Humano
Errors of the Human Body
Eron Sheean
Alemanha / Estados Unidos – 2012

Branco como Neve
Selim Gunes
Turquia – 2010

Sementes da Vida
Daca Bobul Nu Moare
Siniša Dragin
Áustria / Servia – 2011

Leones
Jazmin Lopez
Argentina / França / Holanda -

Brasil Surf
Brasil Surf
Olívio Petit
Brasil – 2012

Aí Vem o Diabo
Ahí viene el diablo
Adrián García Bogliano
México / Argentina – 2012

Jogos de Criança
El Juego de los niños
Makinov
México – 2012

A Republica Di Mininus
Flora Gomes
Portugal – 2011

Rafa
Rafa
João Salaviza
Portugal – 2012

Días de Pesca
Carlos Sorín
Argentina – 2012

Moon Man
Stephan Schesch
França / Alemanha – 2012

Just the Wind
Csak a szél
Benedek Fliegauf
Hungria / Alemanha / França – 2012

Open Road
Open Road
Márcio Garcia
Estados Unidos / Brasil – 2011

Un Mundo Secreto
Un Mundo Secreto
Gabriel Mariño
México – 2012

El muerto y ser feliz
El muerto y ser feliz
Javier Rebollo
Espanha / França / Argentina – 2012

Stolen Seas
Stolen Seas
Thymaya Payne
Estônia / Filipinas / Dinamarca / Estados Unidos / Somália – 2012

El Artista y la Modelo
El Artista y la Modelo
Fernando Trueba
Espanha – 2012

Bob Wilson’s Life & Death of Marina Abramovic
Bob Wilson’s Life & Death of Marina Abramovic
Giada Colagrande
Reino Unido / Espanha – 2012

Romanzo di una Strage
Romanzo di una Strage
Marco Tullio Giordana
Itália / França – 2012

Aniki-Bobó
Manoel de Oliveira
Portugal – 1942

Filme do Desassossego
João Botelho
Portugal – 2010

Anima Buenos Aires
María Veronica Ramirez
Argentina – 2011

Aterrorizada
The Ward
John Carpenter
Estados Unidos – 2010

Vampiros de John Carpenter
Vampires
John Carpenter
Estados Unidos / Japão – 1998

Dark Star
Dark Star
John Carpenter
Estados Unidos – 1974

Filhas do Monte
Patrizia Landi
- 2011

Dead Europe
Tony Krawitz
Austrália / Reino Unido – 2012

Astro, Uma Fábula Brasileira em um Rio de Janeiro Mágico
Astro
Paula Trabulsi
Brasil – 2012

Magnifica Presenza
Magnifica Presenza
Ferzan Ozpetek
Itália – 2012

Belarmino
Fernando Lopes
Portugal – 1964

Sobral – O Homem que Não Tinha Preço
Sobral – O Homem que Não Tinha Preço
Paula Fiuza
Brasil – 2012

The Land of Hope
Kibô no kuni
Sion Sono
Japão – 2012

Stories We Tell
Stories We Tell
Sarah Polley
Canadá – 2012

Pauline Détective
Pauline Détective
Marc Fitoussi
França – 2012

Suffering Grasses
Iara Lee
- 2012

The War Around Us
Abdallah Omeish
Estados Unidos – 2012

A Virgem Margarida
Licínio de Azevedo
Moçambique – 2012

Gonzaga – de Pai para Filho
Gonzaga – de Pai para Filho
Breno Silveira
Brasil – 2012

Qual é o nome do bebê?
Le Prénom
Alexandre de la Patelliére, Matthieu Delaporte
França / Bélgica – 2012

5x Pacificação
5x Pacificação
Cadu Barcellos, Luciano Vidigal, Rodrigo Felha, Wagner Novais
Brasil – 2012

Blancanieves
Blancanieves
Pablo Berger
Espanha / França – 2012

Reconversão
Thom Andersen, 65′
Portugal – 2012

O Milagre de Santo Antonio
Sergei Loznitza
Portugal – 2012

Land of My Dreams
Yann Gonzalez
Portugal / França – 2012

O Canto da Rocha
Helvecio Marins Jr.
Portugal – 2012

Obrigação
João Canijo
Portugal – 2012

A Rua da Estrada
Graça Castanheira
Portugal – 2012

Um Rio Chamado Ave
Luis Alves de Matos
Portugal – 2012

Here we Drown Algerians – October 17th, 1961
Ici on Noie Les Algeriens – 17 Octobre 1961
Yasmina Adi
França – 2011

Compartilhe!

Leave a Comment

Filed under Mostras

Festival do Rio 2011: filmes confirmados

O Festival do Rio anunciou suas primeiras atrações internacionais e alguns nomes habitués encabeçam a lista. Pedro Almodóvar, Aki Kaurismaki e Gus Van Sant se juntam a veteranos como Abel Ferrara, Jonathan Demme e Martin Scorsese, com mais um documentário musical. Desta vez, elegendo George Harrison como objeto de estudo. os novos filmes de Todd Solondz e Nicolas Winding Refn, o elogiado Drive, estão na lista, junto com a incursão pornô-gay de Christophe Honoré, Homens ao Banho. Um filme ruim, diga-se de passagem.

4:44 Last Day on Earth, Abel Ferrara
Becoming Chaz, Randy Barbato e Fenton Bailey
Les Bien-Aimés, Christophe Honoré
Bonsai, Cristián Jiménez
Dark Horse, Todd Solondz
Drive, Nicolas Winding Refn
Faust, Aleksandr Sokurov
George Harrison: Living in the Material World, Martin Scorsese
Homens ao Banho, de Christophe Honoré
I’m Carolyn Parker: The Good, the Mad and the Beautiful, Jonathan Demme
Inquietos, de Gus Van Sant
L.A. Zombie, Bruce LaBruce
Le Havre, Aki Kaurismaki
Miss Bala, Gerardo Naranjo
Ninja Kids, Takashi Miike
Paul, Greg Mottola
A Pele que Habito, Pedro Almodóvar
Polisse, Maïwenn
Post-mortem, Pablo Larrain
Public Speaking, Martin Scorsese
Ray Charles America, Alexis Manya Spraic
Red State, de Kevin Smith
La Redota – Una Historia de Artigas, César Charlone
Sacrifice, Chen Kaige
Sarah Palin – You Betcha!, Nick Broomfield e Joan Churchill
Search and Destroy: Iggy & The Stooges’ Raw Power, Morgan Neville
A Separação, Asghar Farhadi
Silvio Forever, Roberto Faenza e Filippo Macelloni
Terraferma, Emanuele Crialese
Testimony, Shlomy Elkabetz
This Must Be the Place, Paolo Sorrentino
A Tiro de Piedra, Sebastián Hiriart
Tyrannosaur, Paddy Considine

Agradeço à ajuda do Egídio La Pasta e do Hércules Pereira.

5 Comments

Filed under Mostras

Festival do Rio 2011: filmes brasileiros

Saiu a lista de longas brasileiros que participarão do Festival do Rio 2011. Entre os títulos, novos filmes de Karim Aïnouz, Eduardo Coutinho, Petrus Cariry e Beto Brant.

competição: ficção

O Abismo Prateado, Karim Aïnouz
Amanhã Nunca Mais, Tadeu Jungle
Eu Receberia as Piores Notícias de seus Lindos Lábios, Beto Brant e Renato Ciasca
Girimunho, Helvécio Marins Jr. e Clarissa Campolina
Histórias que Só Existem Quando Lembradas, Julia Murat
A Hora e a Vez de Augusto Matraga, Vinícius Coimbra
Mãe e Filha, Petrus Cariry
A Novela das Oito, Odilon Rocha
Sudoeste, Eduardo Nunes

hors-concours – ficção

Os 3, Nando Olival
Capitães de Areia, Cecília Amado
Corações Sujos, Vicente Amorim
O Palhaço, Selton Mello
Reis e Ratos, Mauro Lima

novos rumos

1. PARAÍSO, AQUI VOU EU de Walter Daguerre e Cavi Borges
2. CRU de Jimi Figueiredo
3. DIA DE PRETO de Marcos Felipe, Daniel Mattos e Marcial Renato
4. RÂNIA de Roberta Marques
5. TEUS OLHOS MEUS de Caio Sóh
6. VAMOS FAZER UM BRINDE de Cavi Borges e Sabrina Rosa
7. CIRCULAR de Adriano Esturilho, Aly Muritiba, Bruno de Oliveira, Diego Florentino e Fábio Allon
8. ESPIRAL de Paulo Pons

competição – documentários

A Era dos Campeões, Cesario de Mello Franco e Marcos Bernestein
Canções, Eduardo Coutinho
Laiá, Laiá, Alexandre Iglesias
Luz, Câmera, Pichação, Marcelo Guerra, Gustavo Coelho e Bruno Caetano
Marighella, Isa Grinspum Ferraz
Mentiras Sinceras, Pedro Asbeg
Olhe pra Mim de Novo, Kiko Goifman e Claudia Priscilla
Os Últimos Cangaceiros, Wolney Oliveira

hors-concours – documentários

Casa 9, Luiz Carlos Lacerda
Uma Longa Viagem, de Lúcia Murat
Vida de Artista, José Joffily

retratos

Abdias Nascimento, Um Brasileiro do Mundo, Aída Marques
Augusto Boal e o Teatro do Oprimido, Zelito Viana
Bruta Aventura em Versos, Letícia Simões
Cena Nua, Belisário Franca
Marcelo Yuka no Caminho das Setas, Daniela Broitman
Salgado Filho – O Herói Esquecido, Ricky Ferreira

filmes brasileiros em outras mostras:

premiére latina

Carta para o Futuro, Renato Martins
Cuba Libre, Evaldo Mocarzel

mostra expectativa

Tambores, Sérgio Raposo
Vale dos Esquecidos, Maria Carvalho Raduan

panorama do cinema mundial

Rock Brasília, Era de Ouro, Wladimir Carvalho

mostra itinerários únicos

Um Dia com Frederico Morais, Guilherme Coelho
Meia hora com Darcy, Roberto Berliner

1 Comment

Filed under Mostras

Top 10: Festival do Rio 2010

Apichatpong Weerasethakul

1 Tio Boonmee que Pode Recordar Suas Vidas Passadas, Apichatpong Weerasethakul

Xavier Beauvois

2 De Homens e de Deuses, Xavier Beauvois

Radu Muntean

3 Terça Depois do Natal, Radu Muntean

Ninón del Castillo, Juan Carlos Valdivia

4 Zona Sul, Juan Carlos Valdivia

Elle Fanning, Sofia Coppola

5 Um Lugar Qualquer, Sofia Coppola

Paolo Virzi

6 A Primeira Coisa Bela, Paolo Virzi

Michael Cera Edgar Wright

7 Scott Pilgrim Contra o Mundo, Edgar Wright

Mathieu Amalric

8 Turnê, Mathieu Amalric

Danny Trejo Robert Rodriguez

9 Machete, Robert Rodriguez e Ethan Maniquis

Chang-dong Lee

10 Poesia, Chang-dong Lee

outros destaques: Ao Mar, Contos da Era Dourada, Cópia Fiel, A Empregada, O Homem do Lado, Minhas Mães e Meu Pai, Monstros e Patagônia.

ator:
Mimi Branescu, Terça Depois do Natal

atriz:
María Onetto, Quebra-Cabeças

ator coadjuvante:
Kieran Culkin, Scott Pilgrim Contra o Mundo

atriz coadjuvante:
Stefania Sandrelli, A Primeira Coisa Bela

roteiro:
Apichatpong Weerasethakul, Tio Boonmee que Pode Recordar Suas Vidas Passadas
Etienne Comar e Xavier Beauvois, De Deuses e de Homens

fotografia: Christophe Beaucarne, Turnê

trilha sonora: Nigel Godrich e Beck, Scott Pilgrim Contra o Mundo

3 Comments

Filed under Listas

Top 20: Festival do Rio 2009

A semana de repescagem do Festival do Rio termina hoje e aqui fica meu registro final sobre o festival, que eu acompanhei por mais de três semanas. Nenhum filme conseguiu bater o mexicano que eu vi no primeiro dia de festival e que foi meu favorito desta edição. Além dele chamaram a atenção um dos melhores filmes de Michael Haneke, um memorial em forma de documentário de Agnès Varda, uma insólita releitura (ou não) de um filme de Abel Ferrara (pelo menos no conceito) feita por Werner Herzog e um épico operístico assinado por Marco Bellochio. Segue minha lista de melhores (e piores) do Festival do Rio 2009.

Fernando Eimbcke

1 Lake Tahoe, Fernando Eimbcke

Michael Haneke

2 A Fita Branca, Michael Haneke

Werner Herzog

3 The Bad Lieutenant: Port of Call, New Orleans, Werner Herzog

Agnes Varda

4 As Praias de Agnès, Agnès Varda

Marco Bellochio

5 Vincere, Marco Bellochio

Alain Resnais

6 As Ervas Daninhas, Alain Resnais

Bong Joon-ho

7 Mother, Bong Joon-ho

Quentin Tarantino

8 Bastardos Inglórios, Quentin Tarantino

Corneliu Porumboiu

9 Politist, Adjectiv, Corneliu Porumbouiu

Jane Campion

10 Brilho de uma Paixão, Jane Campion

e mais:

11 Distante Nós Vamos, Sam Mendes
12 Singularidades de uma Rapariga Loura, Manoel de Oliveira
13 Aconteceu em Woodstock, Ang Lee
14 Distrito 9, Neill Blomkamp
15 Hotel Atlântico, Suzana Amaral
16 White Material, Claire Denis
17 Abraços Partidos, Pedro Almodóvar
18 Viajo Porque Preciso, Volto Porque Te Amo, Karim Aïnouz e Marcelo Gomes
19 Boogie, Gustavo Cova
20 Sedução, Lone Scherfig

melhores atores

1 Nicolas Cage, The Bad Lieutenant: Port of Call, New Orleans
2 Christoph Waltz, Bastardos Inglórios
3 Burghart Klaussner, A Fita Branca
4 André Dussolier, As Ervas Daninhas
5 Ben Foster, The Messenger

melhores atrizes

1 Kim Hye-ja, Mother
2 Blanca Portillo, Abraços Partidos
3 Imelda Staunton, Aconteceu em Woodstock
4 Allison Janney, Distante Nós Vamos
5 Giovanna Mezzogiorno, Vincere

melhor cena

A canção no meio da floresta em Morrer como um Homem

melhor canção

“I Just Called to Say I Love You”, Porco Cego Quer Voar

piores filmes

1 Insolação, Daniela Thomas e Felipe Hirsch
2 A Casa Nucingen, Raoul Ruiz
3 Boy, Auraeus Solito

outros filmes do festival:

35 Doses de Rum, Claire Denis
(500) Dias com Ela, Marc Webb
Adam, Max Mayer
Amália, Carlos Coelho da Silva
American Boy, Martin Scorsese
American Prince, Tommy Pallotta
O Amor Segundo B. Schianberg, Beto Brant
Amreeka, Cherien Dabis
Antes que o Mundo Acabe, Ana Luiza Azevedo
Aquário, Andrea Arnold
Barba Azul, Catherine Breillat
Uma Barragem contra o Pacífico, Rithy Panh
Carmel, Amos Gitai
Coco Antes de Chanel, Anne Fontaine
Coco Chanel & Igor Stravinsky, Jan Kounen
Como Desenhar um Círculo Perfeito, Marco Martins
Cornucópia, Juan Carlos Tabio
Corações em Conflito, Lukas Moodysson
A Criada, Sebastian Silva
Deuses, Josué Méndez
O Dia da Transa, Lynn Shelton
Doce Perfume, Andrzej Wajda
An Englishman in New York, Richard Laxton
Erótica Aventura, Jean-Claude Brisseau
Eu, Ela e Minha Alma, Sophie Barthes
Eu Matei a Minha Mãe, Xavier Dolan
A Física da Água, Felice Farina
Julie & Julia, Nora Ephron
O Lar das Borboletas Escuras, Dome Karukoski
London River, Rachid Bouchareb
Luisa, Gonzalo Calzada
Mais Tarde Você Vai Entender, Amos Gitai
Maradona, Emir Kusturica
Marching Band, Claude Miller
The Messenger, Oren Moverman
Mommo, Atalay Tasdiken
Morrer como um Homem, João Pedro Rodrigues
Nova York, Eu Te Amo, vários
Parada, Marco Pontecorvo
Pequeno Soldado, Annette K. Olesen
Porco Cego Quer Voar, Edwin
Purgatório, Roberto Rochin
O Rei da Fuga, Alain Guiraudie
Ricky, François Ozon
Sede de Sangue, Chan-wook Park
Séraphine, Martin Provost
Os Tempos de Harvey Milk, Rob Epstein
The Time That Remains, Elia Suleiman
Tokyo!, Bong Joon-ho, Leos Carax e Michel Gondry
Viagem aos Pirineus, Arnaud Larrieu e Jean-Marie Larrieu
Uma Vida Nova em Folha, Ounie Lecomte

3 Comments

Filed under Listas

Festival do Rio 2005: dia 7

Depois de 14 dias no Rio de Janeiro, cheguei a São Paulo e já garanti meus ingressos para a Mostra. Por sinal, a programação ainda não está disponível, mas a listagem completa de filmes já pode ser consultada no site, na sessão “filmes”, por ordem alfabética e pelo nome do diretor. Last Days, do Gus Van Sant, está de fora mesmo. Mas, antes de adentrar pelos domínios de Leon Cakoff, uns últimos comentários sobre o Rio.

Espelho Mágico, de Manoel de Oliveira.

Confesso que saí um pouco decepcionado do cinema devido à expectativa enorme causada por Um Filme Falado. Este novo filme mantém Oliveira completamente firme em suas impressões sobre o mundo e as pessoas, mas a capacidade de comunicação, que era plena no outro longa, agora parece dependente de uma série de prisões formais que me foram algo incômodas. Desde a câmera fixa, que funcionava bem em O Quinto Império, filme esplendidamente visual, até a interpretação rígida e quase fria da maior parte dos atores. Leonor Silveira parece sempre estar prestes a nos dar um rasgo de humanidade, mas isso nunca, nunca mesmo, acontece. As convicções, que moram ao lado, vizinhas eu diria, de um mundo religioso, cristão, também não me dizem muita coisa.

Um top para o festival:

1 O Mundo, de Jia Zhang-ke.
2 2046, de Wong Kar Wai.
3 Caché, de Michael Haneke.
4 Árido Movie, de Lírio Ferreira.
5 Senhor Vingança, de Park Chan Wook.
6 Flores Partidas, de Jim Jarmusch.
7 Brokeback Mountain, de Ang Lee.
8 Meu Deus, Meu Deus, Por que me Abandonastes?, de Shinji Aoyama.
9 Entrando na Garganta Profunda, de Fenton Bailey e Randy Barbato.
10 Uma Mulher Coreana, de Im Sang-Soo.

1 Comment

Filed under Mostras, Resenha

Festival do Rio 2005: dia 6

O Mundo, de Jia Zhang-ke.

Um filme imenso. Não no tamanho. Na maravilha. A cena que abre o filme é genial e a fotografia se mantém assim por todos os mais de 130 minutos. O diretor filma cada seqüência em takes únicos (pelo menos não lembro de qualquer corte dentro das cenas) e a câmera é precisa, flutuando com absoluta fluidez para não deixar detalhe algum escapar. Impossível uma fotografia mais bonita neste ano. “O mundo”, o parque de diversões que guarda réplicas de monumentos do mundo inteiro, é o simulacro perfeito para que Jia Zhang-ke discorra sobre os temas minúsculos, aqueles que são geralmente gigantescos tanto que só cabem nas cenas abertíssimas do filme do diretor.

O Gosto do Arroz no Chá Verde, de Yazujiro Ozu.

Ozu adorava pintar um cenário, composto por um punhado bom de personagens, cada qual com seus temas e histórias, para depois de um bom tempo delimitar seu foco e apresentar seu protagonista e o assunto sobre o qual quer dissertar. Geralmente uma crítica sutil e ainda assim incisiva ao cotidiano e aos costumes das famílias japonesas. Aqui, a relação submissa de um marido a sua mulher só se revela como um todo depois de meio filme. As subtramas ganham importância e densidade, o que multiplica a possibilidade de conversa com o espectador. Aqui, a sucessão de falsos clímaxes atrapalha um tanto o conjunto, mas a última cena é especial.

A Última Transa do Presidente, de Im Sang-Soo.

Imagine um daqueles filmes que narram fatos histórico-políticos, apresentando as personagens aos poucos, compondo com certa fidelidade a ordem dos acontecimentos e utilizando essa dependência cronológica em favor do thriller. Pois é, aqui o diretor faz exatamente isso, mas a visão coreana para este tipo de filme o deixa muito mais interessante que o usual. O tempo é diferente, o tom guarda um certo humor que se aproxima do bufo – sem nunca defendê-lo -, e as soluções são menos óbvias. Por sinal, o diretor tem paixão por esse ou aquele quadro (ou cena) e o torna especialmente lindo.

Uma Mulher Coreana, de Im Sang-Soo.

O mesmo diretor. Começa como compêndio de historinhas do cotidiano até, situações totalmente estabelecidas, uma cena chocante muda tudo para sempre e faz as coisas acontecerem. O filme ganha um tom amargo e doloroso e amplia bastante sua força. A atriz principal é muito boa.

6 Comments

Filed under Mostras, Resenha

Festival do Rio 2005: dia 5

Uma Vida Iluminada, de Liev Schreiber.

O filme de estréia de Schreiber, bom ator, na direção é uma mistura de bobagem-fofinha e filme-plástico que se vende pela estranheza. Há certa identificação com o carinho com que o diretor conduz a trama, mas não há méritos maiores no filme.

Senhor Vingança, de Park Chan Wook.

Park Chan Wook antes de Oldboy, em estado bruto. Em se tratando de roteiro, é talvez o mais bem resolvido da trilogia, ainda que linear, por manter um crescendo que não pára. Há muitas boas idéias, sem recorrer aos subterfúgios da cronologia esfacelada. Visualmente, menos estilizado, rascunha o que o diretor viria a fazer depois.

Lady Vingança, de Park Chan Wook.

Park Chan Wook depois de Oldboy, em estado mais estilizado. Radicaliza a concepção visual – praticamente mantém intacto o domínio de espaço que já revelava no filme mais famoso – com soluções encantadoras para situações simples (há cenas magníficas). O problema é que o golpe finaldo roteiro, que amplia o sentido da vingança, dilui bastante a força da história.

Todas as Crianças Invisíveis, de Spike Lee, Katia Lund, Emir Kusturica, John Woo, Stefano Veneruso, Mehdi Charef e Jordan & Ridley Scott.

Filme-ONG por excelência, com a maioria dos diretores presos a uma didática tão tola quanto não-funcional. Spike Lee é o mais radical: nos minutos finais de seu curta, assume seu trabalho como “filme de serviço” sem dó nem pena. Longa em episódios sempre é um problema. Charef e Veneruso querem mostrar o problema e só. John Woo quer o mesmo, mas filma melhor. Os Scott recorrem ao fantástico para fazer um filme que se pretende lindo e soa artificial. Kusturica faz filme de verdade. Curiosamente, é do Brasil que vem o melhor episódio: Katia Lund mais neo-realista que qualquer coisa, apenas acompanha seus personagens, sem maniqueísmo, sem interferências.

2046, de Wong Kar Wai.

Há muitos momentos de obra-prima neste engenhosíssimo filme de Kar Wai. O filme retoma a personagem de Tony Leung em Amor à Flor da Pele para criar um belíssimo conjunto de camadas de tempo e espaço em que a ação se mistura e literatura e história se confundem. Leung, perfeito, e suas mulheres lindíssimas, valorizadas pela melhor fotografia do ano, ainda melhor que a do filme anterior.

Brokeback Mountain, de Ang Lee.

Muito bom o novo filme de Ang Lee. Realizado como cinema clássico, se estrutura num molde de melodrama de amor impossível, filmado com cuidado e precisão, sem qualquer arroubo de inovação. Lee parece querer apenas fazer um filme da Hollywood antiga, idéia que é perceptível na fotografia (quadros imensos, muita câmera parada como um western bem feito), e na música como moldura. Nenhum exagero, nenhum panfleto; uma história universal. Heath Ledger está realmente impressionante com seu caubói das antigas.

Eros, de Michelangelo Antonioni, Steven Soderbergh e Wong Kar Wai.

Meu deus, meu deus, por que abandonastes o Antonioni? Seu filme é rodado num digital paupérrimo, com cenários e atores que parecem de filme pornográfico. Há uma grande vazio narrativo e de discurso. Steven Soderbergh peca porque quer parecer inteligente com sua verborragia intelectualóide e pretensamente bem humorada. Quem salva o filme da bomba total é o episódio de Kar Wai, maravilhosamente bem amarrado, dono de uma sutileza absurda e de um completo domínio plástico.

6 Comments

Filed under Mostras, Resenha

Festival do Rio 2005: dia 4

Sra. Henderson Apresenta, de Stephen Frears.

Frears se rende aos light-hearted movies numa aposta não muito impossível para o Oscar. O filme se apóia em estereótipos clássicos (a velhota impossível, a frente de seu tempo – Judi Dench, num timing absurdo para a comédia – que encontra um homem durão para confrontá-la) e não traz novidade alguma. O visual, aliás, toda a técnica é competentíssima no mesmo nível que o visual de Chicago o é. A música de George Fenton enche os ouvidos, assim como as belas e bobas canções. Kelly Reilly, a inglesa sem graça de Albergue Espanhol está absurdamente linda.

Iluminados pelo Fogo, de Tristán Bauer.

Bauer tem um talento que um dia espero ver num cineasta brasileiro para cenas em campos de batalha. Competennte na montagem e na câmera, faz um requiém melancólico para a Guerra das Malvinas, mas, apesar de manter a compostura durante quase todo o filme, decide se entregar ao melodrama mais imediato na última seqüência, o que diminuiu bastante o impacto do virtuosismo técnico.

Um Trato em Canção Japonesa Pornô, de Nagisa Oshima.

Infelizmente perdi Três Bêbados Ressucitados, o outro Oshima que estava no Festival do Rio e que ganhou o seguinte alerta para os espectadores: “gostaríamos de informar que o filme é ousado, inovador e radical, o que pode deixar alguns espectadores confusos na saída do cinema, mas garantimos que a cópia exibida está na íntegra e que foi projetada como pensou o diretor do filme”. Com um aviso destes, minha vontade de ver o filme ficou gigantesca, mas eu já tinha comprado outro ingresso. Bem, agora o filme do tópico. Um Trato em Canção Japonesa Pornô é ousado, inovador e radical, o que pareceu ter deixado alguns espectadores confusos na saída do cinema. O cinema-invenção de Oshima é sensorial, engajado e não tem acabamento conformado. Cobrar uma narrativa fechada é pecado mortal.

4 Comments

Filed under Mostras, Resenha

Festival do Rio 2005: dia 2

Café da Manhã em Plutão, de Neil Jordan.

Neil Jordan num equilíbrio perfeito entre o escracho de sua personagem central e a melancolia. O escracho desemboca numa série de liberdades estético-artísticas, como os passarinhos que apresentam a história e o clima farsesco no devaneio do protagonista como agente secreto. A melancolia surge em cenas solitárias, nos encontros, nos amigos, nos quase-amores. Cillian Murphy, se o estúdio fizer bem sua campanha, já está na lista do Oscar: personagem afetada, ator sem um pingo de afetação.

Caché, de Michael Haneke.

O filme mais tenso dos últimos anos até que alguém me lembre de outro. O clima é quase de terror psicológico, com um superaproveitamento de Daniel Auteil em detrimento de Juliette Binoche. Um exercício sobre memória e culpa. Montagem e fotografia perfecionistas, usadas em favor do desespero que Haneke procura implantar. Na cena mais chocante do ano, muita gente gritou dentro do Cine Odeon. O final, se não explica, prolonga os calafrios.

Meu Deus, Meu Deus, Por que me Abandonastes?, de Shinji Aoyama.

Não consigo escrever uma linha sobre este filme, só posso dizer que gostei. Há momentos de extrema beleza. Vou tentar elaborar alguma coisa em breve.

Manderlay, de Lars Von Trier.

Melhor resolvido que Dogville, isso é, inclusive na concepção visual, a mesma, porém mais dark (seria proposital?). No entanto, ainda acho extremamente infantil o discurso, que não difere quase nada do filme anterior. Von Trier não acredita no homem, esse é a grande questão. Ele não enxerga as pessoas como indivíduos, mas como reféns do algo maior, incapazes de lidar com o novo e com a própria liberdade (e totalmente propensos a corrupção). Bryce Dallas Howard não faz feio, mas Nicole Kidman era melhor. Não recebe cotação, assim como seu antecessor não recebeu.

A Espada Oculta, de Yoji Yamada.

Yamada subverte o universo dos samurais para contar uma história do cotidiano, com direito a amor entre classes sociais diferentes. O tom – delicadíssimo – não impede que o filme tenha um humor muito saudável, que ora abraça a crônica, ora se apóia em gags.

10 Comments

Filed under Mostras, Resenha